5 utensílios que não podem faltar na culinária tailandesa

Você acompanhou nos posts anteriores uma receita deliciosa de salada tailandesa e um molho simples, porém surpreendente! Viu dicas da culinária thai e os ingredientes para dar um toque especial e asiático aos pratos do dia a dia. Agora, chegou a hora de conhecer os utensílios que são indispensáveis na hora de fazer os pratos da culinária tailandesa!

Vamos lá:

1. Pilão de pedra para culinária tailandesa

“É meu símbolo, símbolo da minha cozinha. É a alquimia da coisa, é onde você tira o sabor dos ingredientes”.

O pilão teria surgido na África, há milhares de anos, feito a partir de troncos de árvores, para moer grãos, como milho e sementes. Hoje, disponível em diversos materiais, como pedra, mármore e cerâmica, é muito utilizado no preparo de molhos, para unir temperos e sementes e extrair o máximo do aroma dos alimentos.

Marcelo-Amaral-Pilao-Pedra

2. Panela Wok

“Bem usada, ela pode resolver 80% da sua vida na cozinha”.

A Wok nasceu na China e depois alastrou-se pela Ásia. Prática, ela frita, cozinha a vapor, salteia carnes e legumes, e cozinha bolinhos orientais.

Marcelo-Amaral-panela-wok

woks

 3. Panela de ferro

“Quem é cozinheiro sabe o valor deste utensílio”.

A boa e velha panela de ferro surgiu com a invenção da metalurgia. Por ser resistente ao fogo direto, e distribuir uniformemente o calor por toda a sua superfície, proporciona um cozimento por igual aos alimentos – independente se pertencem à culinária tailandesa.

Marcelo-Amaral-panela-ferro

panelas

4. Facas

“Sou um apaixonado por facas. Todo cozinheiro tem uma paixão por facas”.

Não é à toa que elas são as queridinhas da cozinha. Muitos chefs consideram a faca uma extensão da mão de quem cozinha e que sem este utensílio é praticamente impossível cozinhar. Com uma boa faca é possível padronizar os cortes, o que na maioria das vezes faz toda a diferença no sabor dos alimentos e na apresentação dos pratos.

Marcelo-Amaral-faca

facas

5. Afiador ou pedras

“Para amolar as facas. Rs”.

De nada adianta boas facas, se elas estão “cegas”. Além de testar a paciência de quem está manuseando o utensílio, uma faca não afiada interfere na aparência dos alimentos. Já tentou cortar um tomate com uma faca que não está afiada? Ele vai ficar esmagadinho! Um bom afiador de facas garante facas afiadas, como se fossem novas!

Marcelo-Amaral-afiar-faca

Pronto! Dicas do chef Marcelo Amaral anotadas! Agora é organizar os utensílios, comprar os ingredientes (uma voltinha no Mercado Municipal vai bem!), se inspirar na maneira simples de cozinhar do chef Marcelo e se aventurar em deliciosos pratos da culinária tailandesa. Divirta-se!

Imagens: Pinterest, Flickr.  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *